Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9548
Título: Desempenho de um Reator com Leito Móvel de Biofilme e Membrana de Microfiltração no Tratamento de Água Cinza Clara
Autor(es): BELOTTI JUNIOR, G. D.
Orientador: CAMPOS, R. H.
Data do documento: 13-Abr-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: BELOTTI JUNIOR, G. D., Desempenho de um Reator com Leito Móvel de Biofilme e Membrana de Microfiltração no Tratamento de Água Cinza Clara
Resumo: Este trabalho apresenta o estudo da água cinza clara, componente de uma parcela do esgoto sanitário, através de reator anaeróbio com membranas de leito móvel de biofilme (MBBMR), seguido de membrana de microfiltração, em escala piloto. Para tanto, esta pesquisa teve como objetivo geral estudar a influência do tempo de detenção hidráulica (TDH) do reator no desempenho do tratamento de água cinza clara. O MBBMR foi composto por um reator com área de 20 m2, preenchido com meio suporte do tipo anéis randômicos de polipropileno de alta densidade, seguido por uma membrana de microfiltração do tipo externa com fibra oca e filtração tangencial, operando com diferentes TDH (8h e 4h). As maiores eficiências de remoção do MBBMR foram durante a operação do reator com o TDH 8h, sendo a média de remoção global de 78,2%. Com o TDH 4h houve redução na eficiência global, sendo a média da remoção global de 69%. O efluente final atendeu à qualidade necessária para o reuso, obedecendo o preconizado nas normas da Alemanha e do Canadá em 100% das amostras para os parâmetros DBO e SST, com o TDH 8h. No entanto, o efluente não atendeu ao limite máximo estabelecido por estas normas para os parâmetros turbidez e coliformes totais. Em relação ao atendimento a norma brasileira com este TDH, o parâmetro turbidez apresentou 48% das amostras com o valor abaixo do estabelecido para reuso em bacias sanitárias, mas todas as amostras não atenderam ao limite estabelecido para coliformes totais. Para o MBBR operando com o TDH de 4h, para o parâmetro DBO todas as amostras atenderam o limite da norma do Canadá e 60% das amostras atenderam as normas da Flórida, Austrália e da Alemanha. Para o parâmetro SST, 80% das amostras apresentaram valor abaixo do estabelecido na norma do Canadá e da Alemanha. Contudo, os parâmetros turbidez e coliformes totais não atenderam os limites das normas internacionais e brasileira para reuso em bacia sanitária com o TDH 4h. Assim, os melhores resultados alcançados com o sistema estudado foram para o maior TDH no reator.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9548
Aparece nas coleções:PPGESA - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_9825_Dissertação_final.pdf2.91 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.