Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9743
Título: UMA COMPARAÇÃO ENTRE O MÉTODO DOS ELEMENTOS DE CONTORNO E O MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS EM PROBLEMAS DE CAMPO ESCALAR BIDIMENSIONAIS ORTOTRÓPICOS
Autor(es): LAQUINI, R.
Orientador: LOEFFLER NETO, C. F.
Data do documento: 2-Dez-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: LAQUINI, R., UMA COMPARAÇÃO ENTRE O MÉTODO DOS ELEMENTOS DE CONTORNO E O MÉTODO DOS ELEMENTOS FINITOS EM PROBLEMAS DE CAMPO ESCALAR BIDIMENSIONAIS ORTOTRÓPICOS
Resumo: Não obstante os modelos reológicos mais realistas são baseados na mecânica do contínuo, as pesquisas envolvendo a extração de petróleo em rochas tem enfatizado uma abordagem mais simples usando modelos de difusividade hidráulica, baseada na equação de Darcy para simulação do fluxo de fluido. O meio constitutivo, por sua vez, além de um número de propriedades importantes, é apresentado como um material não isotrópico. Assim, a equação de governo nestas condições pode ser dada como um caso especial da Equação de Campo Escalar Generalizada. Por outro lado, o Método de Elementos de Contorno (MEC) é uma técnica que se adapta facilmente às regiões não regulares e tem uma elevada precisão em problemas de simulação em que o campo matemático é escalar, particularmente modelos que envolvem a Equação de Darcy. No entanto, o modelo não isotrópico de MEC não tem encontrado destaque em aplicações de extração de petróleo, de modo a ficar restrito normalmente a um conjunto limitado de aplicações em barragens. O MEC deve ser usado mais ostensivamente, uma vez que é particularmente adequado para modelar domínios não regulares. Em vista de futuras aplicações em engenharia de reservatório, este trabalho apresenta a modelagem matemática e a implementação do MEC em problemas ortotrópicos com a formulação clássica que usa uma solução fundamental não isotrópica correlata. Testes numéricos são implementados em problemas com a solução analítica conhecida e seus resultados também são comparados com as soluções alcançadas pelo Método dos Elementos Finitos (MEF), para uma melhor avaliação de desempenho.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9743
Aparece nas coleções:PPGEM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_10528_Raphael Laquini _Dissertação.pdf1.14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.