Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9748
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSILVA, W. B.
dc.date.accessioned2018-08-02T00:02:57Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-02T00:02:57Z-
dc.identifier.citationDELLACQUA, V. S., Controle Preditivo Com Estimação Bayesiana e Monitoramento da Temperatura do Óleo em um Sistema de Tubulações Multicamadaspor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/9748-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleControle Preditivo Com Estimação Bayesiana e Monitoramento da Temperatura do Óleo em um Sistema de Tubulações Multicamadaspor
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberVinícius B. Soares
dc.contributor.memberCATABRIGA, L.
dcterms.abstractA garantia de escoamento no transporte de petróleo se tornou um assunto de estudo desde que a extração de petróleo atingiu poços em águas ultra profundas. Dentre os desafios, a deposição de sólidos nos dutos de transporte, que aparecem devido ao resfriamento do sistema quando ocorre uma parada de linha, causando um bloqueio parcial ou total nos dutos e consequentemente gastos inesperados. Métodos como inibidores químicos ou o Sistema de geração de nitrogênio são utilizados para prevenir o depósito de sólidos, mas seu controle de dosagem e eficiência são difíceis de mensurar. O sistema Pipe-in-Pipe (PIP) é uma tecnologia desenvolvida que combina a utilização do isolamento térmico e do aquecimento ativo dos dutos para controle da temperatura, evitando que o PIP atinja a temperatura de formação dos sólidos. Assim, esta dissertação propõe um sistema de controle de temperatura utilizando um controlador preditivo baseado em modelo associado ao filtro de partículas (PF-MPC) para prevenir a queda de temperatura no PIP. Este esquema de controle associa a redução da incerteza de medição da temperatura feita pelo filtro de partículas (PF) com a manipulação ótimo do fluxo de calor gerado no aquecimento ativo necessário para evitar o resfriamento do PIP. O PF-MPC utiliza o modelo matemático do PIP para prever sua temperatura dentro de um horizonte de predição futuro, a partir da medição em um único ponto do PIP, é feito o cálculo da ação de controle no instante atual a fim de prevenir a queda da temperatura. O controlador estima o fluxo de calor ideal que deve ser aplicado, reduzindo os custos econômicos relacionados ao consumo energético do aquecimento ativo. Os resultados obtidos mostram que o PF-MPC permite um bom desempenho no controle da temperatura, mantendo seu objetivo de reduzir as perdas econômicas nas linhas de transporte. Palavras chave: Pipe-in-Pipe, Estimação de Estado, Filtro de Partículas, Controlador Preditivo Baseado em Modelo.por
dcterms.creatorDELLACQUA, V. S.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2017-05-25
dcterms.subjectPipe-in-Pipepor
dcterms.subjectEstimação de Estadopor
dcterms.subjectFiltro de Partículaspor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Engenharia Mecânicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMestrado em Engenharia Mecânicapor
dc.contributor.advisor-coDUTRA, J. C. S.
Aparece nas coleções:PPGEM - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_11044_VINICIUS SCARDUA DELLACQUA.pdf2.77 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.