Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9887
Título: Deslocamentos e continuidades no discurso Lula de cooperação internacional para África
Autor(es): Azevedo, Natália Gimenes de
Orientador: Silva, Marta Zorzal e
Data do documento: 26-Abr-2017
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O objetivo deste trabalho é evidenciar os sentidos dos discursos proferidos pelo ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva, no período de 2003 a 2010, destinados a promoção da cooperação internacional com o continente africano. Busca-se analisar as implicações dos argumentos baseados nos conceitos de solidariedade e dívida histórica que visam à promoção do desenvolvimento pautado no conceito europeu de modernização e progresso, com vistas a observar como a relação social de poder se constrói no plano discursivo. Para isso foram observadas as etapas de análise discursiva de Chouliaraki e Fairclough (1999). Desse modo, o trabalho consiste, primeiramente, em uma apresentação histórica do processo de colonização da África e do nascimento do sentimento de unidade que culmina nas guerras de descolonização. Posteriormente, é apresentado um debate sobre o conceito de desenvolvimento e o questionamento das consequências dos investimentos estrangeiros no continente, traçando um paralelo entre as cooperações verticais e horizontais. A análise discursiva traz, então, a relação entre o cenário socio-histórico anteriormente apresentado e a produção discursiva de Lula direcionada ao continente africano durante seus dois mandatos presidenciais, evidenciando como estão relacionadas as implicações ideológicas na materialidade do discurso. Por fim, concluímos que, ainda que o Sul apareça com ênfase nos discursos de Lula, percebe-se uma reprodução (continuidade) das relações de subalternização ocorridas nas relações verticais. Contudo, há também descontinuidades que demonstram um processo de transformação, mas não de ruptura. Palavras-chave: África Brasil Cooperação Desenvolvimento Cooperação Sul-Sul Análise do discurso
The aim of this work is to highlight the meanings of the speeches given by the former president of Brazil Luiz Inácio Lula da Silva, from 2003 to 2010, promoting international cooperation with the African continent. We seek to analyze the implications of the arguments based on the concepts of solidarity and historical debt to promote a European model development based on the concept of modernization and progress. This paper also seek to understand how the social relation of power works on discursive bases. For this, we followed the Chouliaraki and Fairclough’s (1999) method of discursive analysis. The work consists in a historical presentation of the process of Africa’s colonization and the feeling of unity that culminates in the wars of decolonization. Subsequently, we present a debate about development questioning the consequences of foreign investments in Africa considering de differences between vertical and horizontal cooperation. The discursive analysis brings the relation between the socio-historical scenario previously presented and Lula's discursive production directed to the African continent during his two presidential mandates, showing how the ideological implications is related to the materiality of discourse. Finally, we conclude that, although the South appears with emphasis in the discourses of Lula, we can see a reproduction (continuity) of the relations of subalternization occurred in the vertical relations. However, there are also discontinuities that demonstrate a process of transformation, but not of rupture.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9887
Aparece nas coleções:PPGCSO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10939_Versão Final_Natalia Gimenes de Azevedo Final.pdf892.57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.