Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9896
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorRibeiro, Adelia Maria Miglievich-
dc.date.accessioned2018-08-02T00:15:12Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-02T00:15:12Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/9896-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectGeopolítica do conhecimentopor
dc.subjectTeorias sociais contemporâneaspor
dc.subjectGiro descolonialpor
dc.titleO "Processo Civilizatório" como epistemologia descolonial : diálogos com Darcy Ribeiropor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc316-
dc.subject.br-rjbnCivilizaçãopor
dc.subject.br-rjbnRibeiro, Darcy, 1922-1997. O processo civilizatóriopor
dc.subject.br-rjbnEpistemologiapor
dc.subject.br-rjbnSociologia do conhecimentopor
dcterms.abstractAnaliso o empenho teórico do antropólogo Darcy Ribeiro (1922-1997), o qual propugna pioneiramente a elaboração de uma perspectiva epistemológica descolonizadora de produção do conhecimento, no esforço de ampliar a compreensão acerca da história da humanidade nos últimos dez mil anos. Proponho um exame da obra darcyniana, mais precisamente a partir de seu livro intitulado O processo civilizatório: etapas da evolução sociocultural, publicado originalmente em 1968 e que inaugura seus Estudos de Antropologia da Civilização‟, sendo aquele que materializou uma história anticolonial e alternativa da humanidade. Destarte, pretendo apresentar as contribuições de Darcy Ribeiro, como um intelectual de seu tempo, na construção de uma abordagem antropofágica‟ e epistemológica autônoma. Defendo que o antropólogo brasileiro inicia uma revisão das teorias da evolução sociocultural, a fim de incluir devidamente as sociedades americanas em especial latino-americanas numa história humana não restrita ao horizonte teórico euro-setentrional. Em outras palavras, destaco o apelo contido na obra darcyniana a um universal‟ antagônico ao modelo eurocentrado, que é, portanto, unilateral, o que de outro modo, resultaria a repetir os erros dos colonizadores. Mas, ao superá-los, inclui outras especificidades epistêmicas, favorecendo uma perspectiva teórica inovadora. Desta forma, é importante demonstrar que o pensamento darcyniano, em perspectiva epistêmica, possui plena capacidade para discursar não apenas sobre seu próprio contexto latino-americano, mas abre novos espaços de críticas e debates sobre os dilemas e questões modernas globais, tanto quanto, também importa perceber em que medida seus esforços epistêmicos continuam sendo emblemáticos à produção de modelos hermenêuticos de nossas modernidades. Portanto, trata-se de uma pesquisa bibliográfica e teórica cuja investigação pauta-se na revisão da literatura em torno da obra O processo civilizatório. Quanto aos resultados, valoriza-se a teoria darcyniana como um dos mais significativos precursores do giro descolonial‟ que vigora atualmente na América Latina, sendo capaz de viabilizar novas perspectivas de estudos orientadas para a ampliação dos cânones das Ciências Sociais.por
dcterms.creatorRomera Junior, Edison-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2017-07-19-
dcterms.languageporpor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências Sociaispor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqSociologiapor
dc.publisher.courseMestrado em Ciências Sociaispor
dc.contributor.refereeNunes, Antonio Vidal-
dc.contributor.refereeAlmeida, Marcelo Fetz de-
dc.contributor.refereeRodrigues, Márcia Barros Ferreira-
dc.contributor.refereeLima, Marcos Ferreira da Costa-
Aparece nas coleções:PPGCSO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11144_Dissertação_Edison_Romera_[].pdf8.36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.