Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9903
Título: Entre a ciência e a mídia, um olhar sobre a (re)significação do conceito de agroecologia
Autor(es): Paiva, Raquel Lucena
Orientador: Azevedo, Elaine de
Data do documento: 22-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Esta pesquisa se dedica à análise do processo de significação da Agroecologia em matérias jornalísticas produzidas por sites de notícias com perfil hegemônico e contrahegemônico na região sudeste. A partir do conceito de Agroecologia delineado pela ciência e pelos movimentos sociais, este estudo examina a transição do discurso agroecológico quando inserido na formação discursiva do jornalismo. Considerando o contexto discursivo e não discursivo em que se inserem as notícias, constatou-se a baixa visibilidade atribuída ao tema e a ausência dos movimentos sociais como fontes das matérias produzidas pelo jornalismo hegemônico, enquanto que no jornalismo contra-hegemônico a participação dos movimentos sociais apresentou-se como decisiva para a discussão da temática agroecológica. A análise do conteúdo também apresentou resultados contrastantes entre os dois perfis de jornalismo, os primeiros utilizaram a palavra em matérias que, via de regra, apenas tangenciavam o tema e os segundos apresentaram uma quantidade considerável de textos que apresentaram princípios, políticas públicas, mobilizações sociais, riscos relacionados aos agrotóxicos, entre outras informações relacionadas ao tema. Os pressupostos teóricos da Análise Crítica do Discurso conduziram a pesquisa e a dimensão ambiental também foi evidenciada por meio da análise dos discursos ambientais presentes nos textos.
This research analyzes the signification process of Agroecology in journalistic matters produced by news sites with hegemonic and counter-hegemonic profile in the southeast region, of Brazil. From the concept of Agroecology delineated by science and by social movements, this study examines the transition of agroecological discourse when inserted in the discursive formation of journalism. Considering the discursive and non-discursive context in which the news is inserted, it was observed the low visibility attributed to the theme and the absence of social movements as sources of the news produced by hegemonic journalism, whereas in counterhegemonic journalism the participation of social movements presented itself as decisive for the discussion of the agroecological theme. The analysis of the content also presented contrasting results between the two journalism profiles, the first ones used the word in matters that, as a rule, only touched the theme and the second presented a considerable amount of texts that presented principles, public policies, social mobilizations, risks related to pesticides, among other information related to the theme. The theoretical assumptions of Critical Discourse Analysis led to research and the environmental dimension was also evidenced through the analysis of the environmental discourses present in the texts.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9903
Aparece nas coleções:PPGCSO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11897_Raquel Lucena Paiva Versão Final.pdf1.83 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.