Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9933
Título: Seleção de genótipos, manejo e perfil químico de aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi.) no Estado do Espírito Santo.
Autor(es): Ruas, Fabiana Gomes.
Orientador: Ventura, José Aires.
Data do documento: 29-Jul-2016
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: RUAS, Fabiana Gomes. Seleção de genótipos, manejo e perfil químico de aroeira (Schinus terebinthifolius Raddi.) no Estado do Espírito Santo. 2016. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas Naturais, 2016/07/29.
Resumo: A pesquisa foi realizada na Região Norte do Espírito Santo com o apoio do Projeto Biomas-Mata Atlântica, em uma área experimental localizada na Fazenda São Marcos, Linhares/ES (19°12’58.5’’S; 40°03’09.6’’W). O objetivo foi selecionar, manejar e caracterizar genótipos de aroeira (Schinus terebinthifolius) com potencial na produção de frutos e produtos bioativos para agregação de valor na agricultura familiar. Populações heterogêneas de aroeira cultivadas em 2 áreas experimentais foram avaliadas. Na área 1 (espodossolo) avaliou-se o estresse abiótico e na área 2 (argissolo), o manejo com seis tipos de adubações e dois processos de poda (Poda de ramos-PR e poda drástica-PD), determinando-se o desenvolvimento (diâmetro a altura do coloDAC, altura e área de copa), rebrota pós-poda, fenologia reprodutiva (biologia floral), produção e qualidade de frutos referente ao perfil químico de frutos e folhas. O perfil químico dos frutos foi realizado por análises de cromatografia de camada delgada (CCD) e por Espectrometria de massas e cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG-MS). Um total de 100 genótipos foram selecionados. Das plantas selecionadas doze foram consideradas elites em relação à característica de produção, sendo cinco consideradas excelentes por alcançarem média de produção 30% acima das médias obtidas em 2014 e 2015. Fatores climáticos (excesso de água em 2013 e déficit hídrico em 2014 e 2015) e a variabilidade genética da espécie foram determinantes nas características analisadas. Apenas um genótipo foi resistente ao estresse hídrico e outros 99, na área 2 e em comunidades rurais, foram superiores para as variáveis avaliadas. Entre as 882 plantas da área 2, levantou-se em 2014, 2015 e 2016, que a metade era formada por plantas com flores estaminadas (masculinas), outra metade por plantas com flores pistiladas (femininas) e apenas duas com flores hermafroditas. Os genótipos selecionados estão sendo clonados para enriquecimento do Banco Ativo de Germoplasma de Aroeira, na Fazenda Experimental do Incaper em Jucuruaba, município de Viana-ES. A aroeira respondeu bem à adubação em termos de desenvolvimento das plantas, de acordo com as variáveis dendrométricas e crescimento de ramos seis meses após a poda. A adubação teve influência na produção, em 2014, com diferença significativa entre os tratamentos (P<0,05), com maior produção no tratamento dois (NPK). No ano de 2015, não houve diferença significativa entre os tratamentos de adubação. A poda de ramos foi uma estratégia de manejo que deve ser recomendada como prática para os produtores de aroeira. Os estudos de fitoquímica mostraram presença constante de sesquiterpenos (maior nos frutos), cardanóis e triterpenos (maior nas folhas). Considerando estes grupos químicos nas amostras vegetais dos tratamentos de adubação, verificou-se que não houve diferença estatisticamente significativa (P<0,05) entre os tratamentos. Selecionar exemplares de alta produtividade é o passo inicial para disponibilizar material genético de qualidade certificada para produtores rurais.
The research was developed in the northern region of the Espírito Santo State with the support of Biomes-Atlantic Forest Project, under field conditions, in an experimental area located at Fazenda São Marcos Linhares-ES (19 ° 12'58.5 "S, 40 ° 03'09.6 '' W). The objective was to select, fertilizer and pruning management and characterize genotypes of aroeira (Schinus terebinthifolius) with potential in the production of fruits and bioactive products for value addition in family farming. Heterogeneous populations of aroeira grown in two experimental areas were evaluated. In area 1 (spodosoil) was evaluated the stress abiotic and in area 2 (argisoil), the management with six types of fertilizers and two pruning methods (pruning branches-PR and pruning drastic-PD), determining the development (diameter at the base of stem-DAC, plant height and crown area), post-pruning branch growth, reproductive phenology (floral biology), yield and, fruit quality regarding the chemical profile of fruit and leaves. The chemical profile of the fruits was carried out by thin layer chromatography analysis (TLC) and, Mass Spectrometry and Gas Chromatography coupled to Mass Spectrometry (GC-MS). A total of 100 genotypes were selected. In the plants selected twelve were considered elite in the fruit yield, and five were considered excellent for achieving average production 30% above the plant production average obtained in 2014 and 2015. Climatic factors (excess of water in 2013 and severe drought in 2014 and 2015) and the genetic variability of the species were associated in the analyzed characteristics. Only one genotype was resistant to water stress. Among the 882 plants evaluated in the area 2, in 2014, 2015 and 2016, near half consisted of plants with male flowers (staminate), the other half by plants with female flowers, and only two plants with hermaphrodite flowers. The selected genotypes are being cloned to enrich the Active Germplasm Bank of Aroeira, at the Incaper Experimental Farm of Jucuruaba, in the municipality of Viana-ES. According to dendrometric variables and branch growth, the aroeira responded well to fertilization in terms of development of plants, six months after pruning. The fertilization influenced the fruit production in 2014, with a statistic significant difference (P <0.05), and with higher production in the treatment two (NPK). In 2015, there was no significant difference between the fertilization treatments. Pruning of branches was a strategy that should be recommended as practice for producers of aroeira. Phytochemical studies showed constant presence of sesquiterpenes (higher in fruits), cardanoids and triterpenes (higher in leaves). Considering these chemical groups, samples from different treatments of fertilizers were not statistically different (P<0.05). The plant selection with high production is the initial step to provide genetic material of certified quality for farmers.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9933
Aparece nas coleções:PPGBV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10316_Tese de Fabiana - Versão Final.pdf2.92 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.