Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9945
Título: Distribuição espacial e diversidade funcional de palmeiras (Arecaceae) em florestas de restinga.
Autor(es): Wandekoken ,Douglas Tinoco
Orientador: Menezes, Luis Fernando Tavares de Menezes
Data do documento: 7-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Citação: WANDEKOKEN, Douglas Tinoco. Distribuição espacial e diversidade funcional de palmeiras (Arecaceae) em florestas de restinga. 2018. Dissertação (Mestrado em biologia vegetal) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humana e Naturais, Programa de Pós-Graduação em Biologia Vegetal.
Resumo: Frente ao atual cenário de mudanças climáticas fazem-se necessários estudos que busquem investigar as adaptações eco-fisiológicas das espécies vegetais que permitem a ocupação dos ecossistemas costeiros de restingas, ameaçados pelo aumento do nível do mar e alterações nos índices pluviométricos. A análise do conjunto de características funcionais que determinam o padrão de distribuição espacial das espécies de palmeiras faz-se importante, visto que esse grupo tem papel ecológico central nas restingas. Para isso, foram mensuradas as características funcionais (altura, área foliar específica, espessura foliar, conteúdo de matéria seca, densidade estomática e tamanho do poro estomático) de dez indivíduos de seis espécies de palmeiras. A distribuição das espécies foi analisada através de parcelas abrangendo uma área de 0.675 ha na floresta inundável (FI) e na floresta não inundável (FN), na restinga de Setiba em Guarapari-ES. Para caracterização ambiental realizou-se análises da estrutura horizontal da vegetação (área basal) e coletaram-se amostras de solo para análises físico-químicas. A palmeira Atallea humilis Mart. foi a única que capaz de ocupar a FI e FN, enquanto as outras cinco espécies se encontraram restritas a uma das formações. A alteração da disponibilidade hídrica e fertilidade do solo na FI e FN condicionaram a distribuição e abundância das espécies de palmeiras ao longo do gradiente ambiental. As palmeiras Euterpe edulis Mart., Bactris setosa Mart. e Geonoma schottiana Mart., se encontraram restritas à FI enquanto A. arenaria e B. vulgaris só ocorreram na FN. A mudança nos valores das características funcionais entre juvenis e adultos indica que há alterações das condições ambientais a que os indivíduos estão expostos ao longo da ontogenia. Enquanto, a variação do valor médio das características funcionais da comunidade de palmeiras na FI e FN indica que as espécies apresentam estratégias funcionais distintas entre as formações florestais. A maior diversidade funcional na FI sugere uma maior ocupação do espaço funcional e se deve à maior disponibilidade hídrica e fertilidade do solo, já a menor diversidade funcional na FN indica que as espécies são funcionalmente mais similares nessa formação, o que sugere uma maior filtragem abiótica em consequência da menor disponibilidade hídrica e fertilidade do solo. Em conclusão, o gradiente edáfico entre a FI e FN atua sobre a estratégia funcional dos indivíduos, influenciando o padrão de distribuição das espécies e a diversidade funcional da comunidade de palmeiras.
In view of the current scenario of climate change, studies are needed to investigate the ecophysiological adaptations of plant species that allow the occupation of the coastal ecosystems of restingas, threatened by sea level rise and changes in rainfall indices. The analysis of functional traits that determine the pattern of spatial distribution of palm species is relevant, since this group has central ecological role in the restingas. For this, the functional traits (height, specific leaf area, leaf thickness, leaf dry matter content, stomatal density and stomatal size) of ten individuals of six palm species were measured, while the individuals' distribution was analyzed through plots covering a 0.675 ha in flooded forest (FI) and nonflooded forest (FN), in the Setiba restinga in Guarapari-ES. For environmental characterization, analyzes of the horizontal structure of the vegetation (basal area) were carried out and soil samples were collected for physico-chemical analysis. The palm Atallea humilis Mart. was the only one able to occupy the FI and FN, while the other five species were restricted to one of the formations. Changes in edaphic conditions (organic matter, nutritional content and soil moisture retention capacity) had a greater influence on the distribution of Euterpe edulis Mart., Bactris setosa Mart. and Geonoma schottiana Mart., while the basal area of the arboreal component acted more strongly on the distribution of Alagoptera arenaria (Gomes) Kuntze. and Attalea humilis Mart. The change in functional traits between juveniles and adults indicates that there are changes in the environmental conditions to which individuals are exposed along ontogeny. Meanwhile, the change in the mean value of the functional traits of the palm community between FI and FN indicates that the species hold distinct functional strategies among the two forest formations. The greater functional diversity in the FN, in relation to the FN, indicates a greater occupancy of the functional space and is due to the greater water availability and soil fertility, while the lower functional diversity in the FN suggests that the species are functionally more similar in this formation, which suggests higher abiotic filtering as a result of lower water availability and soil fertility in FN. In conclusion, the edaphic gradient between the FI and FN acts on the functional strategy of the individuals, influencing the distribution pattern of the species and the functional diversity of the palm community.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9945
Aparece nas coleções:PPGBV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_11823_Versão Fianal - Douglas Tinoco Wandekoken.pdf2.1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.