Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9982
Título: Avaliações fisiológicas e antifúngicas de três espécies de macroalgas cultivadas in vitro
Autor(es): Machado, Levi Pompermayer
Orientador: Matsumoto, Silvia Tamie
Palavras-chave: Ecofisiologia de macroalgas
aclimatação em laboratório
Data do documento: 26-Jul-2010
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: O presente estudo buscou caracterizar as alterações em três espécies de Rhodophyta promovidas pelo período de aclimatação ao cultivo em laboratório, por meio da analise de parâmetros ecofisiológicos (conteúdo pigmentar, razões clorofila a/carotenóides totais clorofila a/ficobiliproteínas totais, concentração de carboidratos não estruturais e razão sacarose/amido) correlacionando com a atividade antifúngica do extrato bruto para algas in natura (coletadas diretamente da natureza) e algas após 28 dias de aclimatação a condições in vitro. Os resultados obtidos indicam que as respostas ao processo de aclimatação são diferenciadas para cada espécie de macroalga, principalmente com aumento das razões entre pigmento principal e acessórios e na concentração de açucares armazenados e metabolizáveis, fatores que se revelaram positivamente correlacionados com o aumento da biotividade obtida para o extrato de macroalgas após a aclimatação. Em conclusão verificou-se a importância de se analisar a resposta de cada espécie ao processo de aclimatação para aplicação de cultivos e que as técnicas de cultivo de macroalgas em ambientes controlados podem ser utilizadas para a indução na produção de metabólitos de interesse econômico ou bioativos.
This study soughtto characterize the changes in three species of Rhodophyta promoted by a acclimation in laboratory culture period, through analysis of ecophysiological parameters (pigment content, ratios of chlorophyll a / carotenoids - chlorophyll a / phycobiliproteins, concentration of nonstructural carbohydrates and ratio sucrose / starch) correlating with the antifungal activity of crude extract for algae collected from nature and algae after 28 days of acclimation to laboratory conditions. The results indicate different responses to the acclimation process is for each species of seaweed, especially with increasing ratios between principal and accessory pigment and the concentration of stored and metabolized sugars, factors which have proved to be positively correlated with increased bioactivity of the extract obtained for macroalgae after adaptation. In conclusion it was noted the importance of analyzing the response of each species acclimated to application of crops and cultivation techniques of macroalgae in controlled environments can be used to induce the production of metabolites of economical interest or bioactive.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9982
Aparece nas coleções:PPGBV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_4550_Biologia Vegetal- Levi. 201020130703-133618.pdf643.31 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.