Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/10024
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFERNANDES, V. O.
dc.date.accessioned2018-08-02T00:16:29Z-
dc.date.available2018-08-01
dc.date.available2018-08-02T00:16:29Z-
dc.identifier.citationKRETTLE, R. H., EXTRATOS DE MACRÓFITAS AQUÁTICAS NO CULTIVO DE Scenedesmus acuminatus (Lagerheim) Chodat COMO SUBSÍDIO À PRODUÇÃO DE BIODISELpor
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/10024-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleEXTRATOS DE MACRÓFITAS AQUÁTICAS NO CULTIVO DE Scenedesmus acuminatus (Lagerheim) Chodat COMO SUBSÍDIO À PRODUÇÃO DE BIODISELpor
dc.typemasterThesisen
dc.contributor.memberARAUJO, A. C. S.
dc.contributor.memberVENEROSO, M. C. F.
dcterms.abstractO objetivo do trabalho foi testar a influência de seis meios de cultura alternativos (um a base de NPK, dois contendo extrato de Pistia stratiotes e Eichhornia crassipes enriquecido de NPK, e outros três com diferentes diluições de extrato puro de E. crassipes, (Eic 40, Eic 85, Eic 130) em comparação ao meio de cultura comercial ASM-1, no desenvolvimento da microalga Scenedesmus acuminatus. Foram avaliados taxa de crescimento (K), densidade, volume celular, biovolume e qualidade nutricional dos meios de cultura. Os meios de cultura testados apresentaram concentração de nutrientes suficiente para o crescimento da microalga. A taxa de crescimento de ASM1 (0,439) foram similares (p>0,05) a NPK, Pis + NPK e Eic + NPK. Eic 85 e Eic 130 apresentaram os valores mais baixos (0,201; 0,150, respectivamente) e similares entre si. Os volumes dos tratamentos não diferiram de ASM1 (135,427 μm3), somente o Eic NPK e Eic 130 apresentaram valores menores (86,780 e 100,401 μm3, respectivamente). O maior biovolume e densidade celular foram encontrados em Eic NPK (1,273 mm3.L-1 e 1047 x 104 cél.mL-1). Conclui-se que os tratamentos apresentaram capacidade de nutrição muito similar ao ASM1, podendo substitui-lo no cultivo de S. acuminatus. Em especial Eic + NPK que apresentou maior densidade e biovolume. Os tratamentos com extrato puro, apesar de apresentarem resultados mais baixos, ainda assim possibilitaram o desenvolvimento da alga e com custo zero. Palavras-chave: Cultivo, microalga, macrófitas, NPKpor
dcterms.creatorKRETTLE, R. H.
dcterms.formatapplication/pdfpor
dcterms.issued2015-02-23
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Biologia Vegetalpor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.publisher.courseMESTRADO EM BIOLOGIA VEGETALpor
dc.contributor.advisor-coDIAS JUNIOR, C.
Aparece nas coleções:PPGBV - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
tese_9369_CRESCIMENTO DE Scenedesmus acuminatus.pdf516.14 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.