Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11207
Título: Parada obrigatória para pensar : engajamento e mercado nas canções de Gonzaguinha
Autor(es): Moreira, Daniella Bertocchi
Orientador: Salgueiro, Wilberth Claython Ferreira
Data do documento: 28-Mar-2019
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Essa tese se propõe a analisar parte da obra de Luiz Gonzaga do Nascimento Junior, o Gonzaguinha (1945-1991), produzida durante os anos da ditadura militar (1973-1979) e após a abertura política (1980-1988), tendo como base, num primeiro momento, a noção de teor testemunhal, amparada em textos de autores como Márcio Seligmann-Silva, Jaime Ginzburg e Jeanne-Marie Gagnebin, entre outros. Em um segundo momento, a obra de Gonzaguinha será estudada com apoio de textos do filósofo alemão Theodor Adorno, a partir de conceitos como o de indústria cultural, semiformação cultural e conteúdo de verdade. O recorte temporal proposto para a análise e a divisão da obra do compositor em dois momentos distintos se justifica porque Gonzaguinha produziu suas canções em dois momentos históricos bastante distintos. Faz-se necessário pontuar, entretanto, que não é possível fazer um corte preciso na produção do compositor carioca porque, como será visto, Gonzaguinha se manteve bastante coerente com suas ideias, ainda que produzindo canções de temas variados. A intenção deste estudo é, portanto, verificar como Gonzaguinha lidou com a censura durante a ditadura militar e o que mudou em suas composições quando a ditadura acabou e o país entrou em um período de redemocratização política.
The thesis aims at analyzing the songs by Luiz Gonzaga do Nascimento Junior, also known as Gonzaguinha (1945-1991), produced during the years of military dictatorship in Brazil (1973-1979) and after the end of the dictatorship, when the country was going through a redemocratization period, being supported by the notion of testimony, through texts written by Marcio Seligmann-Silva, Jaime Ginzburg and Jeanne-Marie Gagnebin. The songs written by Gonzaguinha will also be studied through the concepts such as cultural industry, content of truth and cultural semiformation, developed by the German philosopher Theodor Adorno. The period selected to be analyzed as well as the division of his work is justified by the fact that Gonzaguinha composed his songs in very different periods in Brazil’s history. It is necessary to point out, however, that is not possible to make a precise cut in his work because, as it will be discussed, Gonzaguinha has always been faithful to his beliefs, despite the fact that his songs have different themes. The intention here is to study how Gonzaguinha dealt with dictatorship and how he composed during this period, as well as verify what changed in his songs when the dictatorship ended and the country went through a period of redemocratization, bearing in mind that his songs reflect a historical period marked by so distinct moments such as the dictatorship and democracy and reveal, therefore, its value to the study of songs and literature.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/11207
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12969_Daniella Bertocchi Moreira - Tese.pdf1.21 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.