Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/5273
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorSipolatti, Walckiria Garcia Romero-
dc.date.accessioned2016-08-29T15:38:35Z-
dc.date.available2016-07-11-
dc.date.available2016-08-29T15:38:35Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/5273-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.rightsopen accesseng
dc.subjectSleep apnea syndromeseng
dc.titleProposta educativa de enfermagem na síndrome de apneia e hipopneia obstrutiva do sonopor
dc.typemasterThesiseng
dc.subject.udc61-
dc.subject.br-rjbnSíndromes da apneia do sonopor
dc.subject.br-rjbnObesidadepor
dc.subject.br-rjbnDistúrbios do sonopor
dc.subject.br-rjbnÍndice de massa corporalpor
dcterms.abstractIntrodução: A síndrome de apneia e hipopneia obstrutiva do sono (SAHOS) é uma doença crônica caracterizada por episódios recorrentes de obstrução parcial ou total da via aérea superior durante o sono, apesar da manutenção dos esforços respiratórios. Objetivos: Descrever o perfil sociodemográfico e clínico, avaliar as diferenças entre gêneros e correlacionar o IMC e índice de apneias e hipopneias (IAH) em portadores de SAHOS. Metodologia: Pesquisa descritiva realizada através de consulta em prontuários de pacientes com SAHOS atendidos pelo Programa de CPAP/BIPAP, do Centro Regional de Especialidades de Vitória. Para análise estatística foi utilizado ANOVA uma via para comparação de médias, seguido pelo teste Tukey (post-hoc). O grau de correlação entre variáveis foi calculado utilizando coeficiente de correlação de Pearson (r). O teste do Quadrado, o teste Z e o teste Exato de Fisher foram requeridos para avaliar a relação e as diferenças entre as proporções dos sexos com as variáveis. Para avaliar a relação de causa e efeito das variáveis com os sexos, foi utilizada a regressão logística simples. Resultados: Encontrou-se predominância de SAHOS em homens (63%), casados (83,3%), na faixa etária entre 51 a 60 anos (30%), hipertensos (59%), provenientes do município de Vila Velha (24%). A média de IAH e IMC em homens e mulheres foi de 48,3±12,1 versus 44,97±10 eventos/hora e 31,7±5,7 versus 32,97±5,9 Kg/m², respectivamente. Mulheres com SAHOS nas faixas acima de 41 anos têm maior risco para SAHOS do que homens quando são comparadas a faixa de 21 a 40 anos. Além disso, mulheres com obesidade de grau III têm 4,3 vezes mais chances de terem SAHOS do que as com peso normal. Verificou-se forte correlação entre IMC e IAH no sexo masculino (r=0,71) e moderada correlação no sexo feminino (r=0,67). Conclusão: Pacientes atendidos no Programa de CPAP/BIPAP, em sua maioria, têm o perfil semelhante ao da população mundial portadora de SAHOS: predominantemente homens com idade entre 51 e 60, hipertensos e com IMC aumentado. Verificamos também que o IMC é importante fator de risco para o agravamento da SAHOS, principalmente no sexo masculino.por
dcterms.abstractIntroduction: The obstructive sleep apnoea syndrome (OSAS) is a chronic disease characterized by recurrent episodes of partial or total obstruction of the upper airway during sleep, despite continued respiratory efforts. Objectives: To describe the sociodemographic and clinical profile, assess gender differences and correlate body mass index (BMI) and apneas and hypopneas index (AHI) in patients with OSA. Methodology: Descriptive study carried out through consultation with records of OSA patients treated in a CPAP/BiPAP Program, in the Vitória’s Regional specialties center. Statistical analysis was performed using ANOVA one way to compare the means. After we used the Tukey test (post-hoc). The degree of correlation between variables was calculated using Pearson's correlation coefficient (r). The test Square, the Z test and Fisher's exact test were required to evaluate the relationship and the differences between the proportions of genres with the variables. To evaluate the relationship of cause and effect of variables with the genres, the simple logistic regression was used. Results: We found a predominance of OSA in men (63%), married (83.3%), aged between 51-60 years (30%), hypertension (59%), from the city of Vila Velha (24 %). The mean AHI and BMI in men and women was 48.3 ± 12.1 versus 44.97 ± 10 events / hour and 31.7 ± 5.7 versus 32.97 ± 5.9 kg / m², respectively. Women with OSA in the above 41 groups are at increased risk for OSA than men when comparing the range 21-40 years. In addition, women with grade III obesity have 4.3 times more risk to have OSA than those of normal weight. There was strong correlation between BMI and AHI in men (r=0.71) and moderate correlation in women (r=0.67). Conclusion: Patients treated at the program CPAP/BiPAP, mostly, have a similar profile to the global carrier OSAS population: predominantly men aged 51 and 60, hypertensive and with increased BMI. We also note that BMI is an important risk factor for worsening of OSA, especially in males.eng
dcterms.creatorCaniçali, Renato Alves-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2015-07-16-
dcterms.languageporeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Enfermagempor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqEnfermagempor
dc.publisher.courseMestrado Profissional em Enfermagempor
dc.contributor.refereeAraújo, Maria Teresa Martins de-
dc.contributor.refereeCastro, Denise Silveira de-
dc.contributor.advisor-coAmorim, Maria Helena Costa-
Aparece nas coleções:PPGENF - Dissertações de mestrado profissional

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_7612_Dissertacao - Proposta educativa de enfermagem na síndrome de apneia e.pdf1.09 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.