Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7126
Título: Perfil de metilação e expressão do gene CDKN2a em carcinoma epidermóide oral
Autor(es): Eduardo, Vinicius Mendes
Orientador: Von Zeidler, Sandra Ventorin
Data do documento: 19-Mar-2018
Editor: Universidade Federal do Espírito Santo
Resumo: Determinação e validação de biomarcadores tumorais são importantes para avaliar o prognóstico de pacientes com câncer. Este estudo teve como objetivo avaliar o perfil de metilação e de expressão do gene CDKN2a como possível a biomarcador de prognóstico em pacientes com carcinoma epidermóide oral (CEO). Foram selecionados 115 casos com diagnóstico conclusivo de CEO destes 70 apresentavam tecido tumoral congelado. Dados clínico-patológicos foram obtidos por meio de entrevista e análise de prontuários. Cinquenta e cinco amostras de DNA com qualidade obtidas foram submetidas a PCR específica para metilação, e os casos positivos foram submetidos ao sequenciamento de Sanger para avaliar os dinucleotídeos citosina-guanina hipermetilados. Expressão da proteína p16 foi avaliada por imunohistoquímica. As análises estatísticas relacionando os resultados foram feitas e as curvas de Sobrevida Global e Sobrevida Livre de Doença foram elaboradas pelo método de Kaplan-Meier. A frequência de hipermetilação do CDKN2a na população estudada foi de 36,4%, sendo que a maior parte das citosinas localizadas em regiões CpG estavam hipermetiladas e citosinas fora da região CG também apresentaram metilação. A expressão de p16 foi predominantemente baixa (76,7%) nestas amostras. O perfil de metilação não mostrou associação com os indicadores de prognóstico, bem como não interferiu na Sobrevida Global e Livre de Doença. No entanto, os indicadores de prognóstico tamanho do tumor, estádio clínico, metástase linfonodal e modalidade de tratamento mostraram estar associados à Sobrevida Global. Concluímos que a hipermetilação do gene CDKN2a não se mostrou um bom biomarcador de prognóstico no grupo analisado neste estudo, mas parece desempenhar papel importante na carcinogênese do CEO.
Determination and validation of tumor biomarkers are important to evaluate the prognosis of cancer patients. This study aimed to evaluate the methylation and expression profile of the CDKN2a gene as a possible prognostic biomarker in patients with oral squamous cell carcinoma (OSCC). We selected 115 cases with conclusive diagnosis of OSCC of these 70 with frozen tumor tissue available. Clinical-pathological data were obtained by interview and analysis of medical records. Fifty-five quality DNA samples were obtained and submitted to methylation-specific PCR, and the positive cases were submitted to Sanger sequencing to evaluate hypermethylated cytosineguanine dinucleotides. Expression of the p16 protein was assessed by immunohistochemistry. Statistical analyzes relating the results were made and the Global Survival and Disease-Free Survival curves were elaborated using the KaplanMeier method. The frequency of hypermethylation of CDKN2a in the study population was 36.4%, and most of the cytosines located in CpG regions were hypermethylated and cytosines outside the CG region also presented methylation. The expression of p16 was predominantly low (76.7%) in these samples. The methylation profile showed no association with the prognostic indicators, nor did it interfere with the Global and Disease-Free Survival. However, prognostic indicators of tumor size, clinical stage, lymph node metastasis and modality of treatment were shown to be associated with Global Survival. We conclude that the hypermethylation of the CDKN2a gene did not prove to be a good prognostic biomarker in the group analyzed in this study, but it seems to play an important role in the early stages of OSCC's carcinogenesis.
URI: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7126
Aparece nas coleções:PPGBIO - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_12339_Dissertação_Vinicius Mendes Eduardo.pdf1.06 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.