Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/7399
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorFabris, Júlio César-
dc.date.accessioned2018-08-01T21:59:54Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T21:59:54Z-
dc.identifier.citationBATISTA, Carlos Eduardo Magalhães. Modelos de Matéria e Energia Escuras Alternativos ao Cenário Padrão. 2010. Tese (Doutorado em Física) – Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 2010.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/7399-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleModelos de Matéria e Energia Escuras Alternativos ao Cenário Padrãopor
dc.typedoctorThesisen
dc.subject.udc53-
dcterms.abstractNesta tese investigamos como o TeVeS se comporta quando a razão entre a densidade de energia ρ2 e ρ1 é constante no referencial de Einstein, onde ρ2+ρ1 = ρef é a densidade de energia efetiva no referencial de Einstein. Verificamos que o TeVeS é capaz de geometrizar a matéria escura no referencial físico, eliminando desta forma a matéria escura. Em seguida, realizamos procedimento semelhante nas teorias escalares tensoriais, ao mantermos a razão entre a densidade de energia da matéria e a densidade de energia do campo constantes no referencial de Einstein. O resultado prediz a existência de uma energia escura geometrizada e, portanto não é necessário uma nova forma de energia permeando o universo a fim de explicar a aceleração do universo. A terceira parte trata da possibilidade da existência de densidade de energia negativa no universo. O nosso modelo, que inclui uma constante cosmológica e um campo escalar, é confrontado com dados de supernovas tipo Ia e de 2dFGRS. O resultado prediz que é possível existir densidade de energia negativa tanto para o campo escalar quanto para a constante cosmológica, porém não permite densidade de energia negativa para a matéria.por
dcterms.abstractIn this tese we investigate the behavior of TeVeS when the the ratio between the enegy densities ρ2 and ρ1 is constant in the Einstein frame, where ρ2+ρ1 = ρef is the energy density efective in the Einstein frame. We have verified TeVeS can geometrize the dark matter in the physical frame, eliminating the dark matter. Then we used a similar procedure in the case of scalar-tensor theories, preserving the ratio constant between the matter energy density and the field energy density in the Einstein frame. The result predict the existence of geometrized dark energy , then it is not necessary a new kind of energy filling the universe to describe the universe acelaration. The third part deal with the possibility of negative energy density filling the universe. Our model with cosmological constant and sclar field is compared with supernovas types Ia and to the 2dFGRS data. The result show that it is possilble to exist negative energy density for the scalar field as well as for the cosmological constant, but it does not allow negative energy density for the matter.en
dcterms.creatorBatista, Carlos Eduardo Magalhães-
dcterms.formatTextpor
dcterms.issued2010-07-23-
dcterms.languagepor-
dcterms.subjectCosmologiapor
dcterms.subjectMatéria escurapor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Físicapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqFísica-
dc.publisher.courseDoutorado em Físicapor
dc.contributor.refereeChapiro, Ilia-
dc.contributor.refereeHelayel Neto, José Abdalla-
dc.contributor.refereeLima, José Ademir Sales de-
dc.contributor.refereePiattella, Oliver Fabio-
dc.contributor.refereeRicaldi, Wiliam Santiago Hipolito-
Aparece nas coleções:PPGFIS - Teses de doutorado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Carlos-Eduardo-Magalhães-Batista-2010-trabalho.pdf1.27 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.