Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9182
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorNascimento, Jorge Luiz do-
dc.date.accessioned2018-08-01T23:43:19Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T23:43:19Z-
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/9182-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.subjectJorge Amado-
dc.subjectIdentidade negrapor
dc.subjectResistênciapor
dc.subjectLiteratureeng
dc.subjectBlack identityeng
dc.subjectResistanceeng
dc.titleTradição, tradução, hibridismo e resistência da identidade afro-brasileira na literatura amadianapor
dc.typedoctoralThesiseng
dc.subject.udc82-
dc.subject.br-rjbnLiteratura brasileirapor
dc.subject.br-rjbnNegro - Identidade racialpor
dc.subject.br-rjbnNegros na literaturapor
dc.subject.br-rjbnCultura afro-brasileirapor
dcterms.abstractAborda a identidade afro-brasileira na literatura amadiana, através da caracterização dos traços de tradição, tradução, hibridismo e resistência. Justifica-se que a análise das características do grupo étnico afro-brasileiro são vetores para a formação crítica do cidadão e a valorização daqueles que com ele se identificam. O novo e o antigo, o global e o local são paradigmas que se mesclam nas obras em análise, permitindo a observação da cultura afro-brasileira a partir de um viés menos conservacionista, reconhecendo a evolução das identidades, o que constitui o problema desta pesquisa. O objetivo geral é analisar as evidências de tradição, tradução e hibridismo presentes na literatura amadiana de temática afro-brasileira. Os objetivos específicos são caracterizar a literatura amadiana; identificar os traços da identidade e resistência afro-brasileira; e analisar aspectos de tradição e tradução que permitam classificá-las como híbridas. Os procedimentos metodológicos incluem a coleta de dados com pesquisa bibliográfica. As análises perpassam pelos eixos temáticos tradição/inovação, simbologia; espaço/tempo, territorialidade e temporalidade; e atores sociais. Os pressupostos teóricos discutem principalmente conceitos como deslocamento, marginal, raça, classe, gênero, tradições culturais e híbrido (BHABHA, 2001); identidade, memória coletiva, poder, religião e cultura (CASTELLS, 1999); características etno-raciais do negro (SCHWARCZ, 1993); lógica binária negro/branco; autóctone/estrangeiro; eu/outro (BERND, 2003); candomblé (SALAH, 2008); mulher negra e forma de lidar com o corpo (SACRAMENTO, 2012); e mulata como resultado dos amores clandestinos (GUMÉRY-EMERY, 2004). Também são debatidos “fronteiras” da literatura, ficção e não-ficção (BOSI, 2013); diálogos reforçados pelo romance contemporâneo (BAKHTIN, 1998); vontade de refazer a história (CERTEAU, 2011); teoria da recepção (MAINGUENEAU, 2001); busca identitária e etnocentrismo (TODOROV, 1989); literatura negra (ALVES, 2002); silêncio dos marginalizados (DALCASTAGNÈ, 2012); negros denunciando a escravidão e/ou exclusão (RIBEIRO, 2012); resistência (LIMA; SOUZA, 2016); apego à terra, topofilia (TUAN, 1980); resistência na obra amadiana (TEIXEIRA SOBRINHO, 2015); cultura negra na literatura amadiana (SOUZA, 2007); e defesa da miscigenação (PATRÍCIO, 1999). As análises apresentam: a discussão “Entre a tradução e a tradição: marcas da identidade negra em Jubiabá” e alertam sobre grupos minoritários que buscam direito de ter voz e espaço de forma engajada em questões sociais; ativismo dentro do movimento social; respeito às identidades culturais; e crítica às hegemonias. Investigam “Identidade negra e erotismo em Gabriela, cravo e canela”, personagens negros e mulatos e suas relações de desejo, amor, paixão e erotismo; campo semântico do erotismo, e sensualidade da etnia negra como discurso do imaginário nacional. E os resultados do estudo “Tenda dos milagres: o intelectual negro e a militância contra a elite racista”, que esclarecem que obras de Archanjo, mestiço, pobre, só são reconhecidas a partir do interesse de um estrangeiro; e seus livros retratam preconceito, violência e intolerância dos brancos diante dos rituais de origem africana. As análises conduzem à conclusão de que o respeito às identidades culturais diversas deve ser propagado através da divulgação da literatura. Os resultados da pesquisa confirmam a hipótese de que a literatura colabora para a formação crítica do cidadão e a valorização das minorias étnicas.por
dcterms.abstractIt studies the Afro-Brazilian identity in the literature of Jorge Amado, through the characterization of traits of tradition, introduction, hybridism and resistance. It justifies that the analysis of the characteristics of the Afro-Brazilian ethnic group are vectors for the critical formation of the citizen and the valorization of those who identify with him. The new and the old, the global and the local are paradigms that mix them in the compositions under analysis, allowing the observation of Afro-Brazilian culture from a less conservationist line, recognizing the evolution of identities, which is the problem of this research. The general objective is to analyze the evidences of tradition, introduction and hybridism present in the Afro-Brazilian literature of Amado. The specific objectives are to characterize the literature of Amado; to identify the traits of Afro-Brazilian identity and resistance; and to analyze aspects of tradition and introduction that allow to classify them as hybrids. The methodological procedures include the collection of data with bibliographic research. The analyzes include the thematic axes tradition/innovation, symbology; space/time, territoriality and temporality; and social actors. The theoretical assumptions mainly discuss concepts such as displacement, marginal, race, class, gender, cultural traditions and hybrid (BHABHA, 2001); identity, collective memory, power, religion and culture (CASTELLS, 1999); ethno-racial characteristics of black person (SCHWARCZ, 1993); binary logic black/white; autochthonous/foreign; me/other (BERND, 2003); candomblé (SALAH, 2008); black woman and how to deal with the body (SACRAMENTO, 2012); and mulatto woman as a result of clandestine lovemaking (GUMÉRY-EMERY, 2004). Also it discusses "frontiers" of literature, fiction and non-fiction (BOSI, 2013); dialogues reinforced by the contemporary novel (BAKHTIN, 1998); desire to remake history (CERTEAU, 2011); theory of reception (MAINGUENEAU, 2001); search for identity and ethnocentrism (TODOROV, 1989); black literature (ALVES, 2002); silence of the marginalized (DALCASTAGNÈ, 2012); blacks denouncing slavery and/or exclusion (RIBEIRO, 2012); resistance (LIMA, SOUZA, 2016); love to land, topophilia (TUAN, 1980); resistance in the literatura of Amado (TEIXEIRA SOBRINHO, 2015); black culture in the literature of Amado (SOUZA, 2007); and defense of miscegenation (PATRÍCIO, 1999). The analyzes present: the discussion "Between the introduction and the tradition: marks of the black identity in Jubiabá" and alert about minority groups that seek the right to have voice and space in an engaged way in social questions; activism in the social movement; respect to cultural identities; and criticism of hegemonies. Investigate "Black identity and eroticism in Gabriela, clove and cinnamon", black and mulatto characters and their relationships of desire, love, passion and eroticism; semantic field of eroticism, and sensuality of the black ethnicity as discourse of the national imaginary. And the results of the study "Tent of miracles: the black intellectual and militancy against the racist elite”, thet clarify that works of Archanjo, mestizo, poor, are only recognized from the interest of a foreigner; and his books represent prejudice, violence and intolerance of whites about the rituals of African origin. The analyzes lead to the conclusion that the respect for diverse cultural identities must be propagated through the dissemination of literature. The results of the research confirm the hypothesis that the literature contributes to the critical formation of the citizen and the valorization of ethnic minorities.eng
dcterms.creatorNascimento, Aline Santos de Brito-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2017-09-25-
dcterms.languageporeng
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Letraspor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqLetraspor
dc.publisher.courseDoutorado em Letraspor
dc.contributor.refereeMiglievich-RibeiroAdélia, Maria-
dc.contributor.refereeAmaral, Sérgio da Fonseca-
dc.contributor.refereeCosta, Decio Bessa da-
dc.contributor.refereeSimões, Maria de Lourdes Netto-
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações de mestrado



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.