Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufes.br/handle/10/9367
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorBarreira, Marcelo Martins-
dc.date.accessioned2018-08-01T23:46:15Z-
dc.date.available2018-08-01-
dc.date.available2018-08-01T23:46:15Z-
dc.identifier.citationDONADIA, André Oliva. Neopragmatismo e religião: uma abordagem da religião como política cultural em Richard Rorty. 2017. 103 f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Espírito Santo, Centro de Ciências Humanas e Naturais.por
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufes.br/handle/10/9367-
dc.publisherUniversidade Federal do Espírito Santopor
dc.titleNeopragmatismo e religião : uma abordagem da religião como política cultural em Richard Rortypor
dc.typemasterThesisen
dc.subject.udc101-
dc.subject.br-rjbnPragmatismopor
dcterms.abstractEsta pesquisa tem como objetivo examinar os elementos centrais da filosofia política liberal e uma descrição do que Rorty entende como justificativas para a defesa das instituições liberais. Analisaremos a estratégia anti-fundacionalista de Rorty para a defesa das instituições liberais contemporâneas. Feito isso, será tratado a utopia liberal de Rorty. Nesse contexto, Richard Rorty defende que o discurso religioso está em desacordo com seus ideais liberais. Como resultado, ele defende, em um primeiro momento, que a religião deve ser privatizada com o intuito de que o Estado liberal possa se manter neutro. Depois de demonstrar as escolhas que constituem a visão de Rorty, o trabalho apresentará, em particular, três posicionamentos que Rorty defende em seus escritos. O primeiro argumento é de que a religião deve ser privatizada, o segundo é a defesa da marginalização de organizações eclesiásticas e o terceiro é de que defender o pragmatismo resulta em defender uma utopia liberal secular. Neste trabalho, será explicado como esses argumentos surgem do compromisso de Rorty com seu neopragmatismo e como eles se encaixam dentro desta lógica. A começar com uma descrição, depois será demostrando que esses argumentos estão em desacordo com alguns dos pressupostos filosóficos de Rorty, que criam problemas práticos ao ideal social e político que Rorty defende e, por fim, abordamos a revisão do posicionamento de Rorty sobre o tema e indicamos uma possível inclusão da religião no espaço público por meio da noção de cultura literária.por
dcterms.abstractThis research aims to examine the central elements of liberalism‟s political philosophy and a description of what Rorty understands as justification to the defense of liberal institutions. We are going to analyze Rorty‟s antifoundadionalism strategy to defend the contemporary liberal institutions. After that, we will examine Rorty‟s liberal utopia. In this context, Richard Rorty argues that the religious speech is at odds with his liberal ideals. As a result, he argues, in a first moment, that religion must be privatized so that the State remains neutral. After exploring the views that constitute his choices, this dissertation shows, in particular, three of Rorty‟s positions that he argues in his writings. The first argument is that religion should be privatized, the second consists in the defense of marginalization of ecclesiastics institutions and the third is that defending pragmatism is, as a result, to defend a secular liberal utopia. In this work, it will be explained how these arguments are entailed to Rorty‟s commitment to his neo-pragmatism and how they fit inside this logic. We will start with a description, then it will be demonstrated that these arguments are at odds with some of “philosophical” assumptions that Rorty has made, which create practical problems that might eliminate the social ideal that Rorty designed, which creates practical problems for the social and political ideal that Rorty advocates, and finally we address a review of Rorty's position on the subject and indicate a possible inclusion of religion in public space through the notion of "literary culture."eng
dcterms.creatorDonadia, André Oliva-
dcterms.formattexteng
dcterms.issued2017-04-18-
dcterms.languageporeng
dcterms.subjectLiberalismopor
dcterms.subjectReligiãopor
dcterms.subjectNeopragmatismopor
dc.publisher.countryBRpor
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Filosofiapor
dc.publisher.initialsUFESpor
dc.subject.cnpqFilosofiapor
dc.publisher.courseMestrado em Filosofiapor
dc.contributor.refereeAraújo, Ricardo Correa de-
dc.contributor.refereeVieira, Susana de Castro Amaral-
Aparece nas coleções:PPGFIL - Dissertações de mestrado

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
tese_10855_dissertação de mestrado Andre oliva Donadia.pdf830.96 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.